Planejamento fatorial no estudo da fitotoxicidade de extratos de plantas em sementes de alface

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i2-1788

Resumo

RESUMO: As plantas daninhas são um dos principais problemas no cultivo de produtos agrícolas e o principal método de controle ainda é o uso de herbicidas químicos, que embora eficientes, trazem consequências diretas e indiretas superando os benefícios em muitos casos, abrindo assim caminho para a pesquisa e desenvolvimento de bioherbicidas. Diante disso, o objetivo deste estudo foi avaliar, por meio de um planejamento fatorial 23, qual o melhor caminho experimental para inibição de germinação de sementes de Lactuca sativa, estudando as variáveis concentração, parte da planta e solvente de extração além de suas interações. Com isso, foram obtidos os extratos etanólicos, bem como, extratos aquosos da casca do caule e das folhas de três espécies de ocorrência no estado de Alagoas. Seguindo a realização dos bioensaios de germinação e crescimento inicial de sementes de L. sativa frente aos extratos nas concentrações 50% e 100% em laboratório. Ficou evidenciado que o extrato etanólico da Delonix regia numa concentração mais diluída é mais eficiente na inibição da germinação. Em relação as espécies Amburana cearensis e Tabebuia avellanedae melhores efeitos de inibição foram apresentados quando os extratos eram do caule e folha respectivamente.

PALAVRAS-CHAVE: Aleloquímicos, Controle de Pragas, Análise Estatística.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Como Citar

Silva, E. M., Silva, Érik J. F. da, Pires, E. V., Carvalho, C. M. de, Pimentel, W. R. de O., & Nascimento Júnior, P. A. do. (2021). Planejamento fatorial no estudo da fitotoxicidade de extratos de plantas em sementes de alface. Diversitas Journal, 6(2), 2437–2458. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i2-1788

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)