A dinâmica da dívida pública alagoana após o pacto federativo

Autores

  • Luciana Caetano da Silva Universidade Federal de Alagoas https://orcid.org/0000-0001-5100-4405
  • Victor Thiago Farias Santos Assessor Especial da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.48017/dj.v7i1.2024

Resumo

Este artigo se propõe analisar a dinâmica da dívida ´pública alagoana, no período 1997-2020, considerando o esforço para cumprimento de cláusulas contratuais frente à baixa capacidade de arrecadação fiscal e estrutura social e econômica claramente frágeis. O ponto de partido é o pacto federativo firmado nos anos 1990, sob o amparo da Lei nº 9.496/1997 e, posteriormente, as Leis Complementares nº 148/2014 e nº 156/2016. A pesquisa está assentada em dados disponibilizados pela Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (SEFAZ), banco de dados do Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pesquisa bibliográfica específica. O objetivo é, à luz de uma análise crítica, descortinar o endividamento público de Alagoas, submerso em contratos de longo prazo, atualizados por índices inflacionários, taxas de juros e variações cambiais, ao longo do período analisado.

Biografia do Autor

Luciana Caetano da Silva, Universidade Federal de Alagoas

Doutorado em Desenvolvimento Econômico pela UNICAMP (2018); Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (2003) e Graduação em Ciências Econômicas (1993) pela UFAL; Professor Adjunta da FEAC/UFAL; Coordenadora do Curso de Ciências Econômicas da UFAL (2010-2011); Assessora de Planejamento do INCRA Maceió (2006-2009); Superintendente de Emprego e Renda na Secretaria Estadual do Trabalho do Estado de Alagoas (2012-2013); Professora da SEUNE (2001-2009) e da FAA (1995-2009); Coordenadora do grupo de pesquisa Dimensões e dinâmica do mundo do trabalho (CNPq). Áreas de interesse e atuação: economia política, economia regional e economia do trabalho. 

Referências

Brasil. IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra e Domicílio – PNAD Contínua Anual. Brasília (DF). Site oficial 2021. Disponível em: Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA, 21/07/2021.

___. Pesquisa Nacional por Amostra e Domicílio – PNAD Contínua Trimestral. Brasília (DF). Site oficial 2021. Disponível em: Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA, 29/07/2021.

___. Produto Interno Bruto dos Municípios. Brasília (DF). Site oficial 2021. Disponível em: Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA, 02/08/2021.

___. Presidência da República. Casas Civil. Lei Complementar nº148/2014, estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal (04/05/2000). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp148.htm. Consultado em (24/11/2020)

___. Lei Complementar nº156/2016, estabelece o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/Lcp156.htm. Consultado em (24/11/2020)

___. Lei n° 9.496/97, Programa de Apoio à Reestruturação e ao Ajuste Fiscal dos Estados de 11 de setembro de 1997. Disponível em: L9496 (planalto.gov.br). Consultado em (05/08/2021).

___. Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Disponível em: http://www3.tesouro.fazenda.gov.br/Premio_TN/IVPremio/corpo_catalogos_prem_pr4.htm. Consultado em (12/03/2020).

CARVALHO, Cícero Péricles de. Análise da reestruturação produtiva da agroindústria sucroalcooleira alagoana. 3ªed. Maceió: Edufal, 2009.

ESTADO DE ALAGOAS - Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (SEFAZ): Balanço Geral do Estado de Alagoas 1997. Disponível em: http://www.sefaz.al.gov.br/balancos_financeiros/balanco1997.pdf. Consultado em 20/10/2020.

KEYNES, John Maynard. A teoria Geral do emprego, do juro e da moeda. São Paulo: Atlas, 1982.

LIMA, Araken. A Crise que veio do Verde da Cana: uma interpretação da crise financeira do Estado de Alagoas no período 1988 a 1996. Maceió: Edufal, 1998.

LOPREATO, Francisco Luiz Cazeiro. Dívida Pública: o limiar de mudanças? Brasília: Ed. IPEA, 2015.

______. Colapso das finanças e a crise da federação. São Paulo: Ed. Unesp, 2002.

SANTOS, V.T.F. Dívida alagoana (1997 a 2020). Trabalho de Conclusão de Curso. FEAC/UFAL, sob orientação da professora Luciana Caetano da Silva. Maceió (AL): Biblioteca Central-UFAL, 2021.

SILVA, Luciana Caetano da. O elo entre desigualdade regional e desigualdade social. Maceió - AL: Edufal e Fundação Perseu Abramo, 2019.

VERÇOZA, Lúcio Vasconcellos de. Os homens cangurus dos canaviais alagoanos: um estudo sobre trabalho e saúde. Maceió (AL): Edufal, 2018.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-01-01

Como Citar

Silva, L. C. da, & Farias Santos, V. T. . (2022). A dinâmica da dívida pública alagoana após o pacto federativo. Diversitas Journal, 7(1), 0341–0355. https://doi.org/10.48017/dj.v7i1.2024