Pegada Hídrica do Projeto Horta na Escola

Uma Perspectiva Inclusiva no Ensino de Ciências Ambientais

Autores

  • Cicera Maria do Carmo da Silva Lira Creator Christian University
  • José Macio Rodrigues Ribeiro UFPE

DOI:

https://doi.org/10.48017/dj.v9i1.2466

Palavras-chave:

Economia de água,, Compostagem orgânica,, Sustentabilidade.

Resumo

O projeto horta na escola: uma perspectiva inclusiva no ensino de ciências ambientais, produzido no curso de mestrado PROFCIAMB ,Campus UFPE, traz uma dinâmica integradora entre alunos, funcionários, equipe de AEE  e  professores, tendo como produto uma sequência didática que pretende incluir os alunos com deficiência no ensino de Ciências Ambientais, culminando em uma  horta que produzirá hortaliças e verduras  a serem utilizadas na merenda escolar; pretende expor para comunidade educacional que é possível  ter uma horta na instituição que seja multidisciplinar, sustentável e econômica , pois através da captação da água da chuva e compostagem orgânica , terá o mínimo de uso da água paga. A escola a ser aplicada o projeto,  experienciou duas hortas as quais utilizava água do sistema de abastecimento, tendo gasto financeiro elevado, estimando o gasto do líquido  da horta deste projeto  com as outras já realizadas na escola por programas educacionais , podemos verificar que teremos uma redução significativa no uso da água paga ; a  pesquisa possui abordagem quali-quantitativa, funcionários da escola foram entrevistados  sobre o consumo nas hortas antigas e com o estudo bibliográfico podemos perceber que pode-se ter um produto  sustentável.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ANEEL/ANA. (2001). Introdução ao gerenciamento de recursos hídricos. Brasília. https://www.yumpu.com/pt/document/view/39990810/introducao-ao-gerenciamento-de-recursos-hidricos-aneel

Barbosa, N. V. S., Chagas, C. M. dos S. (2009). Alimentação e nutrição: caminhos para uma vida saudável. Brasília: FNDE; MEC; FAO, (Caderno, 3).

Brasil, Secretaria de Educação Fundamental. (1998). PCN - Parâmetros Curriculares Nacionais para Ensino Fundamental.

FNDE. (2008). Horta escolar ajuda a formar crianças mais saudáveis e conscientes. http://www.fnde.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/area-de-imprensa/noticias/item/850-horta-escolar-ajuda-a-formar-crian%EF%BF%BDasmais-saud%EF%BF%BDveis-e-conscientes.

Hoekstra, A. Y., Huang, P. Q. (2022, September). Virtual water trade: A quantification of virtual water flows between nations in relation to international crop trade. UNESCO-IHE.v.11 p. 66. http://cdm21063.contentdm.oclc.org/cdm/ref/collection/p21063coll3/id/10327

Jaques, R. C. (2005). Qualidade da água de chuva no município de Florianópolis e sua potencialidade para aproveitamento em edificações. Dissertação Mestrado em Engenharia Ambiental. Universidade Federal de Santa Catarina – SC.

Machado, F. O., Cordeiro, J. S. (2012). Aproveitamento das águas pluviais: uma proposta sustentável. http://www.hidro.ufcg.edu.br/twiki/pub/ChuvaNet/ChuvaMaterialDidatico/270. Pdf

Mauricio, J. T. (2008). Aprender brincando: O lúdico na aprendizagem. http://www.pedagogia.com.br/artigos/importanciadabrinquedoteca1/index.php?pagina=9.

Minayo, M. C. de S. (1997). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. (7ª ed.). Vozes.

Oel, P. R. V., Mekonnen, M. M., Hoekstra, A. Y. (2009,15 November). The external water footprint of the Netherlands: Geographicallyexplicit quantification and impact assessment. Ecological Economics, v.69, pp.82-92. https://doi.org/10.1016/j.ecolecon.2009.07.014

Oliveira, Z. M. R. (2010). Educação Infantil fundamentos e métodos. (5ª ed.). Cortez.

Romaguera, M., Hoekstra, A. Y., Krol, M. S., Salama, M. S. (2010, 10 February). Potencial of using remote sensing techniques for global assessment of water footprint of crops. Journal Remote Sensing, v.2, pp.1177-1196.https://doi.org/10.3390/rs2041177

Tundisi, J. G. (2003). Água no século XXI - enfrentando a escassez. Rima.

United Nations. (2020). Sustainable development goals. https://sdgs.un.org/.

Waldman. M. (2013). Água no século XXI: Recurso precioso e estratégico. Kotev.

Waldman. M. (2017). Crise hídrica: a persistência do controle desagregador do Estado. Kotev.

Zhao. X., Chen, B., Yang. Z. F. (2009, 24 January). National water footprint in an input–output framework-A case study of China 2002. Ecological Modeling, v.220, pp.245-253. https://doi.org/10.1016/j.ecolmodel.2008.09.016

016

Arquivos adicionais

Publicado

2024-01-31

Como Citar

da Silva Lira, C. M. do C., & Macio Rodrigues Ribeiro, J. (2024). Pegada Hídrica do Projeto Horta na Escola: Uma Perspectiva Inclusiva no Ensino de Ciências Ambientais. Diversitas Journal, 9(1). https://doi.org/10.48017/dj.v9i1.2466