Entraves na implementação da prática baseada em evidências (PBE) em enfermagem: revisão integrativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48017/dj.v7i1.1491

Resumo

Florence Nightingale, pioneira ao executar a prática baseada em evidências (PBE), sendo esta uma abordagem inserida nas ciências da Saúde que associa a melhor evidência científica com a experiência clínica e com a escolha do paciente para uma tomada de decisão clínica efetiva, possibilitando o ensino superior e a prática em enfermagem com qualidade. Objetiva-se investigar quais são os principais entraves na implementação da prática baseada em evidências – PBE em enfermagem. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. A coleta de dados foi realizada de abril a julho de 2020, nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicine) e SciELO (Scientific Electronic Library Online). Para a estratégia de busca, utilizou-se dos Descritores da Ciência da Saúde (DeCS) e dos Medical Subject Headings (MeSH). Utilizando-se dos operadores booleanos “and/ or”, nos diferentes cruzamentos dos idiomas pré-definidos. Utilizou-se como estratégia para a síntese dos estudos a contagem manual, isto é, frequência absoluta dos termos similares, organizando os resultados em categorias. Sete estudos primários que atenderam aos critérios de inclusão, e compuseram esta revisão integrativa. Quanto à distribuição temporal das pesquisas, observa-se que não há um padrão tendencial linear, com concentração maior 57,14% no ano de 2018. Em relação ao desenho metodológico da amostra, sobressaiu-se os estudos do tipo qualitativo 35,71%. A base científica da PBE, garante que o cuidado seja mutável e dinâmico.  Apesar de os enfermeiros apresentarem atitudes favoráveis à PBE e acreditarem que as pesquisas contribuem para o avanço da Enfermagem, essa prática ainda se encontra limitada devido aos entraves: sobrecarga de trabalho; enfermeiros não desejam mudar a prática assistencial e não compreendem o delineamento da PBE. Torna-se necessário mais apoio e recurso por parte das instituições de ensino superior de enfermagem nos níveis de graduação e pós-graduação e unidades terapêuticas, para que assim os estudantes e profissionais de enfermagem, executem a PBE diariamente. Os resultados aqui apresentados, podem apoiar o desenvolvimento de estudos pilotos para a implementação da Prática Baseada em Evidências entre enfermeiros.

Biografia do Autor

Kleviton Leandro Alves Santos, Faculdade CESMAC dos Sertão

Autor correspondente: Enfermeiro Graduado pela Faculdade CESMAC do Sertão. Palmeira dos Índios Alagoas. Mestrando em Enfermagem - PPGENF Universidade Federal de Alagoas/ UFAL. E-mail: klevitonl@gmail.com

Renata da Silva Miranda, Faculdade CESMAC do Sertão, BRAZIL.

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-0523-1954; Enfermeira, Faculdade CESMAC do Sertão, BRAZIL, Pós-graduada em Enfermagem Dermatológica/ FIP,  Pós-graduada em Urgência, Emergência e UTI/ UNIT, renamirandaaa@gmail.com

Cacicleide Luisa Alves, Enfermeira, Faculdade SEUNE, BRAZIL

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8116-8088; Enfermeira, Faculdade SEUNE, BRAZIL, Pós-graduada em UTI, Urgência e Emergência/ CEFAPP, cacicleidelluisa@gmail.com

Núbia Ivo da Silva, Enfermeira, Faculdade CESMAC do Sertão, BRAZIL

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7857-9185; Enfermeira, Faculdade CESMAC do Sertão, BRAZIL, nubbiaivo@gmail.com;

Tamiris de Souza Xavier, Enfermeira, Faculdade CESMAC do Sertão, BRAZIL

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-0460-2039; Enfermeira, Faculdade CESMAC do Sertão, BRAZIL, enfertami@gmail.com;

Aruska Kelly Gondim Magalhães, Enfermeira, Universidade Estadual da Paraíba UEPB, BRAZIL

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-6049-4642; Enfermeira, Universidade Estadual da Paraíba UEPB, BRAZIL, Ma. em Biotecnologia, Universidade Estadual do Ceará, UECE, aruskamagalhaes@gmail.com.  

 

Referências

ARECHABALA, M. C. et al. Implementación de la práctica basada en evidencia en el currículo de Enfermería. Educ Med Super, Ciudad de la Habana, v. 32, n. 1, mar 2018 .

BAIXINHO, C. L.; PRESADO, M. H. C. V.; OLIVEIRA, E. S. F. de. The place of qualitative research in Evidence-Based Practice. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 73, n. 5, p. 1-8, 2020.

CASSIANI, S. H. de B. et al. The situation of nursing education in Latin America and the Caribbean towards universal health. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 25, p. 1-09, 2017.

FERRAZ, L. et al. Ensino e aprendizagem da prática baseada em evidências nos cursos de Enfermagem e Medicina. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 101, n. 257, p. 1-09, 1 abr. 2020.

GALVÃO, C. M.; SAWADA, N. O. Prática baseada em evidências: estratégias para sua implementação na enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 56, n. 1, p. 57-60, fev. 2003.

HORNTVEDT, May-Elin T. et al. Strategies for teaching evidence-based practice in nursing education: a thematic literature review. Bmc Medical Education, v. 18, n. 1, p. 1, 28 jul. 2018. Springer Science and Business Media LLC.

KARANIKOLA, M. et al. Perceptions of critical and emergency department nurses regarding changes in their professional role. Revista da Escola de Enfermagem da Usp, v. 51, p. 1-10, 15 mar. 2018.

MACKEY, A.; BASSENDOWSKI, S. The History of Evidence-Based Practice in Nursing Education and Practice. Journal Of Professional Nursing, v. 33, n. 1, p. 51-55, jan. 2017.

MARTINS, J. Learning and development in simulated practice environments. Revista de Enfermagem Referência, v., n. 12, p. 155-162, 24 mar. 2017.

MATHIESON, A.; GRANDE, G.; LUKER, K. Strategies, facilitators and barriers to implementation of evidence-based practice in community nursing a systematic mixed-studies review and qualitative synthesis. Primary Health Care Research & Development, v. 20, p. 1-12, 2 ago. 2018.

MENA-TUDELA, D. et al. Effectiveness of an Evidence-Based Practice educational intervention with second-year nursing students. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 26, p. 1-10, 9 ago. 2018.

MENDES, K. dal S.; SILVEIRA, R. C. de C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto - Enfermagem, v. 17, n. 4, p. 758-764, dez. 2008.

MONSIVAIS, M. G. M. Practice Based on Scientific Evidence as the Foundation of Clinical Practice. Aquichan, v. 19, n. 3, p. 1-4, 14 ago. 2019.

MTHIYANE, G. N.; HABEDI, D. S. The experiences of nurse educators in implementing evidence-based practice in teaching and learning. Health Sa Gesondheid, v. 23, p. 1-10, 29 nov. 2018.

OMS. Organização Mundial da Saúde. Padrões globais para a educação inicial de profissionais enfermeiros e parteiras [OMS/ HRH/ HPN/ 08.6]. [Internet]. Genebra; 2009. [citado em 18/12/2016]. Disponível em: <http://www.who.int/hrh/nursing_midwifery/hrh_global_standards_education.pdf>.

RAMIS, Mary-Anne et al. Theory-based strategies for teaching evidence-based practice to undergraduate health students: a systematic review. BMC Medical Education, v. 19, n. 1, p. 1-8, 18 jul. 2019. Springer Science and Business Media LLC.

REICHEMBACH, M. T.; PONTES, L. Evidence-Based Nursing Setting and image. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 71, n. 6, p. 2858-2859, dez. 2018.

SAUNDERS, Hannele; VEHVILÄINEN-JULKUNEN, Katri. Nurses’ Evidence-Based Practice Beliefs and the Role of Evidence-Based Practice Mentors at University Hospitals in Finland. Worldviews On Evidence-Based Nursing, v. 14, n. 1, p. 35-45, 21 dez. 2016.

SCHNEIDER, Luana Roberta; PEREIRA, Rui Pedro Gomes; FERRAZ, Lucimare. Prática Baseada em Evidências e a análise sociocultural na Atenção Primária. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 30, n. 2, p. 1-11, 2020.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-01-01

Como Citar

Santos, K. L. A., da Silva Miranda, R. ., Luisa Alves, C., da Silva, N. I., de Souza Xavier, T., & Gondim Magalhães, A. K. (2022). Entraves na implementação da prática baseada em evidências (PBE) em enfermagem: revisão integrativa. Diversitas Journal, 7(1), 0238–0246. https://doi.org/10.48017/dj.v7i1.1491

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)